• Samanta Hit

Marumo no Okite

Esse dorama te indico… para aprender (em meio a risos e choros) que o mais importante para uma família não é ter o mesmo sangue, mas o mesmo carinho e amor um pelo outro.


Alguma vez você pensou no que significa ter uma família? Ou o que é fazer parte de uma? Será que ter amor e carinho por pessoas especiais fazem delas parte de sua família? Alguma vez já pensou em algo assim? Takagi Mamoru (Abe Sadao), nunca. Até então.


 Mamoru era funcionário de uma empresa de produtos de papelaria, do setor de suporte. Sua função era atender aos clientes, e de dar satisfação a eles caso houvesse algum problema com um dos produtos da empresa.  Sua vida resumia-se em trabalho, horas extras de serviço e dormir em seu quarto extremamente desorganizado. Sempre palhaço, Mamoru alegrava a todos, inclusive seu melhor amigo, Sasakura (Katsurayama Shingo). No entanto, este escondeu-lhe que estava adoecido e essa informação veio somente junto com a notícia de sua morte. Com isso, os filhos gêmeos de Sasakura, Kaoru (Ashida Mana) e Tomoki (Suzuki Fuku), vão morar nas casas dos parentes, separadamente, já que a mãe deles os abandonou. Não suportando a separação, os gêmeos resolvem fugir juntos. Lembrando do desejo de seu amigo de querer os dois filhos sempre juntos e não aguentando ver o sofrimento dos pequenos, Mamoru resolve levá-los para sua casa e criá-los. De brinde, um cachorro (falante!) entra, também, para a nova vida deles. Acidentalmente, Tomoki troca as sílabas de “Mamoru”, criando, então, o apelido para Mamoru: Marumo. E para que houvesse um bom convívio, Marumo cria leis (escritas em um caderno) para as crianças cumprirem. Assim, o título do dorama “MARUMO NO OKITE” (2011, Fuji TV, 11 episódios) significa “leis de Marumo”.


No processo de adaptação para uma nova fase, tanto Marumo como Kaoru e Tomoki foram aprendendo a conviver e criar uma verdadeira família. E as leis de Marumo foram resultado das diferentes e difíceis lições que o dia-a-dia ensinou a eles; um crescimento e amadurecimento de crianças e de adultos. Sempre olhando por eles, o misterioso cachorro falante, Mukku, traz uma revelação interessante (que é dada no final do dorama).

O dorama é ótimo! Mana-chan e Fuku-kun são atores de primeira! Com certeza derreteram muitos corações de marmanjos e tiraram lágrimas de muitas senhoras e jovens moças (inclusive eu! rs…). Quando vemos uma criança sorrindo, dá vontade de sorrir também. Quando vemos uma criança chorando, dá vontade de chorar também. Ou seja, assistindo a “Marumo no Okite”, você vai rir e chorar muito!!


música de abertura fica por conta da suave canção de Tanimura Shiori“Kimi no tonari de”. Mas, fechando com chave de ouro, a música de encerramento é que realmente fez sucesso. Na voz de Ashida Mana e Suzuki Fuku, com a canção super meiga “Maru maru mori mori” é impossível vê-los dançando e não sentir vontade de dançar também! Quando menos se espera, nossos braços estão em movimento tentando seguir os passos da dupla kawaii! Veja (aqui) a participação de Mana e Fuku no Kouhaku Utagassen do ano passado….lindinhos.

O que mais me chamou a atenção no dorama foi a chance de ver crianças de verdade. Quando digo “de verdade”, refiro-me ao sorriso sincero, de coração, daqueles que quando vemos, involuntariamente estamos sorrindo junto. Do choro de criança, que faz, por um segundo, a voz sumir e no segundo seguinte se torna um berreiro. Da inocência perdida pelas crianças de hoje. Da doçura, da meiguice, das bobeiras. Talvez, se os adultos fossem “verdadeiros adultos”, as crianças teriam a chance de ser “verdadeiras crianças” (confuso? rs…).

Feliz Dia das Crianças!!! (um pouquinho atrasado).

#Jdorama #essedoramateindico #Marumonookite #AshidaMana #Miyuki #cahorrofalante #FukuSuzuki #crianças #SayuriNê #AbeSadao #seriejaponesa

Receba a nossa Newsletter!

  • Instagram
  • White Facebook Icon

© 2011 by Esse Dorama Te Indico. Proudly created with Wix.com